quinta-feira, 20 de março de 2008

Chegando a Buenos Aires!



O que dizer sobre Buenos Aires. Muito muito lindo tudo aqui! Bem que a mocinha do consulado disse que uma semana era pouco para aproveitar tudo por aqui; entao resolvemos ficar duas semanas mas mesmo assim está difícil.



Quando chegamos segunda passada no cias do porto, de buquebus, a imagem foi inacreditável. Estávamos a imagem bucólica de Montevideo e de repente nós vemos todos aqueles prédios, as luzes das "calles" iluminando nossos olhares atonitos.


Uma dica para quem chega como nós ao cais do porto, pelo menos no a noite, é alugar um taxi na saída da estaçao. Nao sai barato, pagamos 10 dolares americanos por um trajeto relaticamente curto, mas vale a pena no sentido de que estavamos cansadas, com os mochiloes nas costas, era de noite e o mmocinho do buquebus nos disse ser uma regiao perigosa aquela hora.



Sempre é bom também levar o endereço de hostels que fiquem próximos por mais que vc tenha uma reserva, porque nos por exemplo, fizemos uma reserva por computador no site do Lime Hostel e quando chegamos ao lugar o menino disse que nao havia nada em nosso nome, e ainda disse que o preço que constava no site nao era aquele que haviamos visto (10 dolares) mas sim 26 pesos, ou seja uns 13 dolares, ele disse desconhecer as informaçoes do site, Pode? Em todo caso fizemos a reserva com ele para a segunda semana e fomos até o Santo Hostel, indicaçao do mocinho simpático da recepçao e que ficava na rua de tras (Calle Salta 170).




Mal chegamos e mais dois lances de escadas para subir. É assim mesmo, no Uruguai, em Buenos AIres, hostel que é hostel, tem de dois a mais lances de escada para que o mochileiro lembre que sua vida nao é fácil. Com 15, 20 quilos nas costas, subir escadarias é o ó!


Felizmente o Hostel estava meio vazio e pudemos ficar num quarto por ali mesmo sem grandes traumas. Este cobrava 30 pesos a noite, nem reservamos nada porque nao sabiamos se la iriamos permanecer.

Nosso companheiro de quarto ate o momento seria um colombiano.

Os quartos aqui sao bem mais limpos e organizados do que no Che Lagarto de Montevideo, os lockers sao novos e fecham, as camas confortaveis. Apenas a sala de banho nao é muito confortavel porque sao dois chuveiros e meio apertadinho, diferente do Che que eram individuais, mas tudo bem, nem tudo é perfeito, com o tempo fomos pegando o jeito para tomar banho e depois se tem uma coisa que gringo nao faz é tomar banho, entao pudemos dominar o bagulho.

É isso aí!

Nenhum comentário: