domingo, 6 de abril de 2008

Cruzando a fronteira do Chile com o Peru

Acabamos de chegar ao Peru vindo do Chile. Saimos de San Pedro de Atacama as 20h45 e chegamos a Arica as 8h00. Dela pegamos um taxi ate Tacna no Peru e estamos esperando na rodoviaria para pegar um onibus ate Arequipa, porque so ha um lugar no onibus da Cruz del sur que vai direto para Cuzco, nosso destino final para chegar a Machu Pichu.
A viagem desde Atacama ate Arica foi tranquila, o onibus da Tur Bus era confortavel, tinha musica e ate chegaram a passar uns minutos do filme do Ton Cruise, se nao me engano um dos Missoes Impossiveis. Dormi muito bem e acordei bem na hora que o mocinho estava destribuindo o cafe da manha, finalmente algo que eu posso comer, galetita (cookie) nao sei do que mas gostei mesmo, jugo de durazno (adoro) e maiz (amendoin), so que eles deram o desayuno bem na hora que o onibus chegou no terminal.
No Peru tivemos de atrasar o relogio uma hora, ou seja, menos duas horas em relacao ao Brasil. Agora por exemplo sao 9h45 e em SP 11h45. Ja trocamos o dinheiro do Chile por nuevos Soles aqui mesmo no Terminal.
O mais diferente para mim foi o trajeto Arica-Tasca. Nao se faz esse trajeto normalmente de onibus mas de taxi, pagamos $3.000,00 por ser de manha, a tarde o preco cai para $1.500,00. O trajeto deve ter demorado mais ou menos uma hora ou um pouco mais, porque tivemos de esperar completar os cinco passageiros no taxi e depois passar na imigracao.
O taxista foi super atencioso conosco e ele foi indicado por um chico da agencia San Marcos no proprio terminal de Arica. Podiamos comprar todo o pacote com taxi mais onibus ate Cuzco mas saia mais caro, $22.000,00, mas como o dinheiro no Peru vale bem menos que o Real, preferimos ir aos pocos.
Eu tive a sensacao no comeco de ser uma foragida politica escapando ilegalmente pela fronteira, mas na verdade foi tudo muito tranquilo. O taxista, Carlos, acompanha seus passageiros por todos os tramites legais na fronteira muito bem equipada. Primeiro passamos numa fronteira para carimbar o passaporte e depois passamos em outra fronteira para fazer a revista de raio X. Tudo muito tecnologico, com barreiras ante fuga de autos para evitar o trafico de drogas, tudo muito limpo e rapido.
Como havia esquecido de comer minha maca, tratei de come-la ainda na primeira fronteira para nao ter problemas, porque e proibido, com risco de multa, transportar frutas ou bichos na bagagem, entao nada de problemas, comi na hora a manzana.
Agora o jeito e fazer hora ate as 12h30 quando sai nosso onibus para Cuzco. Como a internet e bem barata, estamo fazendo hora por aqui, mas logo logo terei de comer algo pois estou verde de fome, uma vez que meu estomago nao sabe que aqui e uma hora a menos.
E isso ai!!! Em breve novidades sobre o Machu Pichu e fotos!

Nenhum comentário: